Entenda quais são as principais dificuldades dos alunos que buscam apoio escolar

Publicado em 11/10/2017 por

Ensino complementar é alternativa para crianças que apresentam dificuldades de concentração, hiperatividade e até entendimento de conceitos abstratos na escola.


Há muita controvérsia quando o assunto é dificuldade de aprendizado. As preferências que cada aluno tem na hora de estudar não são um indicativo de desgosto pelo conhecimento em outras áreas. Cada caso está relacionado a diferentes fatores de caráter biológico ou até emocional, que podem ser pontuais ou estar associados entre si. Para isso, a atuação conjunta da escola e dos pais é fundamental na identificação e resolução dos problemas, diz um estudo da Fundação Itaú Social, que revelou que a participação da família na educação representa 70% do desempenho escolar de um estudante.

Sendo assim, os alunos, que apresentem dificuldades ou não, se beneficiam de uma atenção especial que nem sempre existe no ensino tradicional. Segundo odiretor da rede de apoio escolar Ensina Mais Turma da Mônica, Camilo Carvalho, ?é preciso estar atento às necessidades de cada aluno e entender que o complemento escolar surge para colaborar com uma vida mais tranquila e garantir melhores oportunidades para o aluno, uma vez que traz um método de estudo individualizado, que ensina a criança a aprender por si só, buscando estimular a associação e construção de conhecimentos futuros?. Para isso, ele aponta algumas dificuldades que os alunos enfrentam e que podem ser amenizadas com um sistema de ensino diferenciado:

MÉTODOS TRADICIONAIS DE ENSINO

O atraso tecnológico no ensino tradicional torna a procura por ensinos complementares ainda maior. Com o surgimento das mídias digitais e o contato constante de crianças e jovens com a modernização eletrônica, é esperado que o aluno se sinta mais estimulado quando a escola acompanha esse avanço. ?O uso da tecnologia em sala de aula pode ser um grande aliado do educador, com o intuito de engajar as gerações atuais de estudantes e, ao mesmo tempo, desenvolver suas habilidades cognitivas?, explica o diretor.

COMPREENSÃO DE CONCEITOS ABSTRATOS

Mais comum no ensino da matemática, a assimilação de conceitos abstratos atrasa o avanço da criança não só na matéria, mas também prejudica seu desenvolvimento lógico, afetando diretamente outras áreas de sua vida. Sendo assim, o cuidado deve ser redobrado para que o aprendizado não seja mecânico e sim uma reflexão sobre o que se está aprendendo. ?Faz parte do trabalho do educador, e da metodologia escolhida por ele, guiar o raciocínio do aluno de maneira segura e prática, demonstrando onde as diversas teorias se aplicam em seu dia a dia?, pontua Carvalho.

HIPERATIVIDADE E SONOLÊNCIA

Enquanto uns precisam de atividades mais dinâmicas para a assimilação dos conteúdos, como no caso de crianças hiperativas, outros necessitam de mais tempo para exercer suas tarefas e preferem práticas mais metódicas, mais comum para aqueles que sofrem com sonolência, por exemplo. ?Na escola, devido ao grande número de alunos, as variações no método de ensino são limitadas e acabam, muitas vezes, prejudicando aqueles que têm personalidade que foge da média da sala?, avalia.

FALTA DE ATENÇÃO

A dificuldade de concentração é um dos principais fatores que complicam o aprendizado, e, geralmente, ocorrem devido à falta de estímulos supradisciplinares que contribuam para o desenvolvimento do estudante. ?Considerar as características do aluno e desenvolver atividades lúdicas que se encaixem nesse perfil ajuda a amenizar esse problema. A inovação e o dinamismo nos trabalhos escolares motivam o aluno, fazendo com que ele evolua mesmo em frente a dificuldades?, finaliza Carvalho.

Sobre a Ensina Mais Turma da Mônica

Franquia da MoveEdu, que atua há 13 anos no mercado de educação brasileiro, a Ensina Mais Turma da Mônica oferece cursos de português, matemática, inglês, informática e robótica para alunos do Ensino Fundamental I e II.

A rede surgiu em 2012 da necessidade de melhoria na educação de base das crianças e jovens brasileiros, que chegam hoje ao ensino médio com desempenho muito aquém do necessário para ingressar em uma boa universidade e trilhar, assim, uma carreira promissora.

Sua metodologia inovadora oferece aprendizagem individual especializada, com utilização de recursos tecnológicos e aulas totalmente interativas, dinâmicas e de alta qualidade, visando o desenvolvimento das estruturas cognitivas da criança.

A Ensina Mais Turma da Mônica trouxe para o mercado de apoio escolar um grande diferencial, propondo um aprendizado até 50% maior por saber se comunicar na mesma linguagem desta nova geração. A rede conta atualmente com mais de 100 franqueados em todo o país.

http://www.segs.com.br/educacao/84729-entenda-quais-sao-as-principais-dificuldades-dos-alunos-que-buscam-apoio-escolar.html" target="_blank" rel="nofollow" class="f-link">Link do artigo 

 
 
 

Artigos recentes

Imagens de dois cérebros infantis mostram a diferença que o amor dos pais faz.
Publicado em: 21/11/2017
Quando alguém disser que amor demais "faz mal" à...
II SUPERVISÃO ANDEA - Saúde e Educação
Publicado em: 13/11/2017
No dia 11 de novembro de 2017, a ANDEA...
Por que seu filho não precisa mais ser um aluno Nota 10?
Publicado em: 13/11/2017
A urgente necessidade de realizar profundas...
Como melhorar a autoestima da criança?
Publicado em: 09/11/2017
A autoestima se forma ao longo da infância, mas...
Todos os artigos
 

Veja também